Quinta, 18 de janeiro de 201818/1/2018
(86) 9 9998-4992
Muito nublado
23º
25º
35º
Castelo Do Piaui - PI
dólar R$ 3,22
euro R$ 3,95
sheldo
BRASIL
Henrique Pires faz balanço à frente da Funasa e comenta desgaste do PMDB
-
Postada em 29/04/2016 ás 12h00 - atualizada em 29/04/2016 ás 12h05
Henrique Pires faz balanço à frente da Funasa e comenta desgaste do PMDB

Ex presidente da funasa (Henrique Pires)

O engenheiro Henrique Pires fez hoje (28) um balanço dos quase dois anos que passou à frente da presidência da Fundação Nacional de Saúde, órgão do segundo escalão do Governo Federal, ligado ao Ministério da Saúde. Segundo Henrique Pires, o Piauí ganhou relevantes investimentos e isso é motivo de agradecimento ao governo Dilma.

Somente no ano de 2015, a Funasa empenhou R$ 41.059.051,60 em construções de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário, de cisternas, melhorias habitacionais e das condições sanitárias para comunidades, principalmente as que residem nas zonas rurais dos municípios piauienses.

“Fui indicado para a Funasa pelo presidente Michel Temer, referendado por muitos petistas e peemedebistas de todo o país. Fiquei muito feliz com essa quantidade de parlamentares e de gestores solidários ao nosso trabalho nesses quase dois anos à frente da Funasa. Quero agradecer à presidente Dilma pelo espaço que me deu para a gente ajudar o Piauí como temos ajudado.

Temos várias realizações de obras em São Raimundo Nonato, Bom Jesus, São Braz, Oeiras, Pajeú, Avelino Lopes, Batalha, Água Branca e tantos municípios. É uma felicidade muito grande. Fizemos mudanças significativas com essas obras até na zona rural de Teresina. E estarei como cidadão acompanhando essas ações aqui no Piauí”, explicou, acrescentando que não acredita na dissolução de continuidade das obras.

Pires enfatiza que continuará acompanhando a execução junto à superintendência local e tranquilizou prefeitos e vereadores que ficaram preocupados quanto a continuação dos projetos. “E estarei como cidadão acompanhando essas ações aqui no Estado. Antes viajava o país inteiro vendo essas obras, agora vou viajar o Piauí todo. Quem está em política sabe que esse cargo comissionado é de livre nomeação. Eu fico tranquilo.As obras tiveram começo, início, algumas já estão em execução, no meio, e elas terão fim e estaremos juntos na inauguração”, disse.

Henrique Pires esclareceu que sua exoneração se deu por divergências técnicas internas à pasta e que as relações do PMDB com o governo já não vem sendo satisfatórias há algum tempo. “Havia também impedimentos técnicos no sentido de alterações que queriam fazer em cargos específicos na Funasa subordinados à minha pessoa e há meses eu resistia porque existem cargos que só podem ser ocupados por servidor público. Não aceitei e nem aceitaria. Já havia dito isso para o ministro Marcelo Castro. Na terça-feira havia dito para o Giles Azevedo, assessor direto da presidenta Dilma, que se fosse para fazer essa substituição que eu não me sentia confortável, que aproveitasse o momento político e fizesse a alteração completa logo”, comentou.

Os episódios de desgastes entre o PMDB e o governo tiveram um capítulo importante, segundo análise de Henrique Pires, quando o partido levou diversas propostas ao governo e a equipe econômica não acatou. Isso causou um descontentamento não só para os líderes partidários, mas também para os gestores.

“É óbvio que o Piauí perde. É claro que eu perco. Mas isso é da política. Vamos continuar nossa luta para que os municípios piauienses tenham cobertura de abastecimento d’água e esgotamento sanitário, garantindo saúde de fato para a população”, finalizou.
FONTE: Oolho.com.br
tags:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium