domingo, 16 de junho de 201916/6/2019
(86) 9 9998-4992
Erro ao processar!
Erro ao processar!
Comercial O Neto
ESPECIAIS
Projeto Rondon começa dia 18 de janeiro e vai até dia 3 de fevereiro com operação em Castelo do Piauí
O Projeto Rondon, nesta operação, contará com o apoio do 25º Batalhão de Caçadores, que proporcionará o suporte logístico e a segurança necessários às atividades.
João Pedro Cardoso CASTELO DO PIAUI - PI
Postada em 15/01/2019 ás 13h50 - atualizada em 15/01/2019 ás 13h55
Projeto Rondon começa dia 18 de janeiro e vai até dia 3 de fevereiro com operação em Castelo do Piauí

Esta será a sexta vez que o Projeto Rondon realiza uma operação no estado do Piauí. A Operação “Parnaíba”, batizada em homenagem ao curso d’água que divide os estados do Maranhão e do Piauí, acontecerá no período de 18 de janeiro a 3 de fevereiro.


A Operação “Parnaíba” pretende impactar as lideranças comunitárias, os agentes multiplicadores, os difusores e os replicadores, os professores, os agentes de saúde, os servidores públicos e a comunidade em geral, capacitando-os nas seguintes áreas de conhecimento: saúde, educação, direitos humanos e justiça, cultura, trabalho, meio ambiente, tecnologia e produção, comunicação e comunicação social.


O Projeto Rondon, nesta operação, contará com o apoio do 25º Batalhão de Caçadores, que proporcionará o suporte logístico e a segurança necessários às atividades. A cerimônia de abertura da Operação “Parnaíba” será realizada no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil, às 11h do dia 19 de janeiro, em Teresina/PI.


A Operação
O estado do Piauí receberá 312 rondonistas, dentre professores e alunos universitários, que atuarão em 15 municípios do estado e terá como centro regional a cidade Teresina. Cada município receberá 20 voluntários de duas Instituições de Ensino Superior (IES) distribuídos da seguinte forma:



Ainda participará da Operação uma equipe de Comunicação Social da Universidade do Vale de Itajaí – UNIVALI com o objetivo de produzir conteúdo e realizar a cobertura jornalística das atividades desenvolvidas pelas demais equipes, dando maior visibilidade as ações sociais realizadas pelos rondonistas e divulgando o Projeto Rondon como ferramenta de integração nacional.


Dentre os municípios selecionados, alguns já receberam o Projeto Rondon nas outras quatro edições do Projeto Rondon. Boqueirão do Piauí e Nossa Senhora de Nazaré receberão as intervenções sociais do Projeto Rondon pela terceira vez. Outros 11 municípios receberão pela segunda vez e dois farão sua estreia em nossas operações, Jatobá do Piauí e Novo Santo Antônio.


Dos 224 municípios do Piauí, nossos rondonistas já desenvolveram ações que trouxeram benefícios permanentes para as comunidades de 56 municípios, principalmente aqueles relacionados com a melhoria do bem-estar social e a capacitação da gestão pública


As IES do Piauí selecionadas para participarem da Operação “Parnaíba” são o Centro Universitário Santo Agostinho – UNIFSA e a Universidade Federal do Piauí – UFPI.


O Projeto Rondon
Em julho de 1967, foi realizada a Operação Piloto, ou Operação Zero, que contou com a participação de 30 alunos e 02 professores universitários da Universidade do Estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Durante 28 dias, os rondonistas realizaram trabalhos de levantamento, pesquisa e assistência médica no Território de Rondônia.


No entanto, o Projeto Rondon teve suas atividades encerradas no ano de 1989, retornando somente em janeiro de 2005, na cidade de Tabatinga, no Amazonas.


O Projeto Rondon é uma ação coordenada pelo Ministério da Defesa que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, visa a somar esforços com as autoridades municipais e as lideranças comunitárias, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.


O Projeto, orientado pelos princípios da democracia, da responsabilidade social e da defesa dos interesses nacionais, tem como escopo de atuação dois grandes objetivos: a formação do jovem universitário como cidadão e o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.

FONTE: Oitomeia.com.br
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium